Os 5 erros financeiros mais comuns em tempos de crise.

sinovaldo_para_2901_2015_cmyk-578306

Como todo mundo diz, errar é humano, mas persistir no erro é burrice.

Então resolvi fazer um post com 5 dos principais erros que alguém pode cometer ao fazer sua gestão financeira. Principalmente em tempos de crise!

Assim, só vai continuar errando quem for muito folgado mesmo! E depois não vai adiantar entrar no e-mail do blog (meninadenegocios@gmail.com) e chorar as pitangas que se endividou demais, OK?

Então vamos lá:

ERRO NÚMERO 1: DESORGANIZAÇÃO

charge-cheque-devolvido1[1]

Não adianta você economizar fortemente em tempos de crise, se:

  • continua misturando suas finanças pessoais com as empresarias;
  • ou se continua deixando contas em atraso para ter que pagar juros depois;
  • ou se continua a comprar coisas  por impulso no mercado, que já existem em dúzias na sua geladeira;
  • ou se continuar postergando pagamento de cartões de crédito que vão gerar dívidas infinitas no banco. Lembre-se que a Associação Nacional dos Executivos de Finanças (Anefac) divulgou ontem, dia 13 de novembro, que a taxa de juros dos cartões de crédito chegaram a 368,27% ao ano.

PAGAMENTOS EM DIA OU NEGOCIAÇÃO COM OS CREDORES, OK?

LEMBRE-SE que as contas de água, luz, telefone e internet estão cada vez mais caras. Então a desorganização e a falta de pagamento dessas contas pode gerar transtornos, multas e juros gigantes.

ERRO NÚMERO 2: NÃO SE PLANEJAR PARA APOSENTADORIA

charge1434800472

Esse erro é bem comum. E costuma ser feito ou por quem acha que há investimentos melhores a serem feitos e que vale a pena ignorar a aposentadoria; ou por jovens que acham que a velhice ainda está muito distante para merecer preocupação. ERRADO!

Não importa se você prefere previdências públicas ou privadas. Escolha uma e comece a se programar. Se quiser entender um pouco mais sobre as possibilidades da previdência, acesso nosso post sobre o assunto e tire suas dúvidas nos comentários.

Se quiser saber mais sobre as novas regras da aposentadoria e calcular a partir de qual ano você já terá direito a esse benefício, segue uma calculadora feita pelo G1.

CALCULADORA DE APOSENTADORIA

ERRO NÚMERO 3: PAGAR ALTAS TAXAS DE MANUTENÇÃO DE CONTA CORRENTE

Juros-charge

Está cada vez mais fácil negociar as taxas do seu cartão do banco. Nem precisa ter tanta lábia assim. Basta ser sincero com seu gerente quanto a sua insatisfação com as taxas e, para não te perder como cliente, ele com certeza vai revisar seus valores. Nem que seja retirando aqueles 10 talões de cheque que você tem direito por mês, mas nunca usou uma folha sequer, ou talvez retirando o seu direito de milhares de extratos ao mês, sendo que você tem o APP no celular e há tempos não retira um extrato impresso. Então sejam sinceros com seus gerentes e negociem. Vai ser mais fácil do que vocês imaginam.

ERRO NÚMERO 4: DESISTIR DO SEU PLANO DE SAÚDE

20090911141314_charge

É em tempos de crise que reavaliamos quais são nossos gastos prioritários e quais podemos deixar de lado. Mas geralmente fazer essa pergunta para si mesmo pode ser muito difícil e a resposta traiçoeira. Pensar , por exemplo, que é uma boa ideia abrir mão do plano de saúde porque você não fica doente há meses, não é inteligente. Problemas de saúde vem quando menos esperamos e os tratamentos costumam custar bem caros.

Já me perguntaram se não seria uma boa ideia pegar o dinheiro investido em um plano de saúde por mês e colocar em um investimento privado, que gere lucros, e depois esse dinheiro poderia ser usado em casos de doença. Em teoria até considero uma boa ideia. Mas algum de vocês tem controle para manter esse dinheiro intacto? Apenas aguardando uma possível doença para ser usado? E quem garante que você administrará esse dinheiro que forma tão brilhante que os juros serão suficientes para cobrir todos custos de um tratamento? Então pense bem antes de descartar seu plano de saúde. Essa pode ser uma economia muito errado.

ERRO NÚMERO 5: USAR SEU CARTÃO DE CRÉDITO PARA TUDO!

CHARGE-CHEQUE-ESPECIAL Parcelar uma compra ou outra pode ser útil sim. Ainda mais com as facilidades de financiamento que surgiram no mercado atual no qual a oferta esta muito maior do que a demanda. Vide vendas de carro que estão fazendo condições especiais para qualquer um que almeje trocar seu possante.

Mas é importante lembrar que os juros do cheque especial estão exorbitantes e que a falta de controle nas compras podem gerar parcelas impossíveis de serem pagas. Uma parcela de 50 reais aqui, mais uma de 100 ali, no final viram uma bola de neve insustentável. E aí o que acontece? Pagamos somente o mínimo necessário do cartão e o resíduo dele vai se tornando uma dívida impossível de pagar. Então CAUTELA COM O CARTÃO. O UTILIZEM SABIAMENTE!

#FICAADICA GALERA!

E BOA SORTE PRA GENTE!

Anúncios

3 pensamentos sobre “Os 5 erros financeiros mais comuns em tempos de crise.

Poste aqui sua dúvida, comentário, crítica ou sugestão. E seja muito bem vindo (a) ao blog Menina de Negócios. :)

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s