Por qual ralo escoa seu dinheiro?

torneira-jogando-dinheiro-no-ralo

Você já parou para pensar que não importa o quanto você economize, parece que seu dinheiro desaparece como em um passe de mágica?

Algumas pessoas já nasceram com o bolso furado, outras realmente só lembram que precisam economizar em situações de emergência. E tem também aqueles que possuem um ralo interno, um verdadeiro buraco negro para onde vão todos os centavos que a pessoa luta tanto para conseguir.

Mas como evitar esse buraco negro?

Como evitar esses pequenos gargalos por onde seu dinheiro vaza com tranquilidade? sr

Seguem agora 10 dicas de por onde seu dinheiro por estar vazando. Então preste atenção nos ítens abaixo para economizar pelo menos nesses detalhes.

1 – Cafezinho. Que tal deixar de tomar café na rua todo dia? O seu cafezinho na esquina pode parecer barato. Mas a soma de 30 cafezinhos durante o mês pode resultar em um desfalque de cerca de R$50,00. Em um ano isso significa R$600,00. Mas se você toma café na Starbucks o furo pode ser de milhões rs.

2-Título de Capitalização. Essa é uma maneira engraçada de perder dinheiro. Tudo bem que dizem que seu dinheiro retornará depois, mas a correção pela TR – Taxa Referencial é menor que o juros da poupança. Então na verdade estamos perdendo dinheiro. E quanto ao sorteio, alguém conhece alguém que já ganhou de fato na Telesena? #BOASORTE.

3 – Cartão de Crédito. Por um acaso você sabe quanto é o juros da fatura do seu Cartão de Crédito? Ja falei aqui que não sou contra cartões, nem a favor. Depende do seu controle. Cartões podem ser muito úteis no parcelamento de compras ou até para adiar pagamentos que você não pode fazer no momento. Mas tem que ser uma atitude muito bem pensada. Pois se em algum mês você não honrar seu pagamento, juros começarão a ser cobrados. E as taxas podem chegar a 9,37% ao mês, ou 192,94% ao ano, segundo a Anefac. Nesse caso rola até fazer um empréstimo a juros menores, quitar sua dívida com o cartão e pagar a nova dívida. #CUIDADO. Essa lógica também vale para o cheque especial que também apresenta juros altíssimos.

4 – Celular. Você ja ouviu pessoas falarem que pagam R$20,00 por mês de celular e não consegue entender porque a sua conta vem de R$200,00 pra cima? É muito simples: as pessoas que economizam com celular conhecem seu perfil no telefone. Basta que você analise se faz mais ligações DDD ou locais, para celular ou fixo, e aderir ao pacote certo. Não adianta pagar um pacote de mil reais para DDD se você só faz ligações locais. Não estou dizendo porém que vale a pena ter mil celulares e mil chips para falar com cada operadora e com cada pessoa da sua família. Não tenho a menor paciência para isso. Mas as vezes uma pequena análise na sua conta já trará uma boa economia. Não custa nada tentar… 🙂

5 – Compras inúteis – Você é daquelas pessoas que vê uma promoção e logo adquiri o produto com medo do preço nunca mais ser tão baixinho? Deixe de besteira! Como já falei para vocês, promoções existem o ano todo. E quanto mais novidades aparecerem no mercado, mais o preço do produto que você tanto deseja cairá. Basta ter paciência. Também não adianta comprar uma máquina de pão se você não curte cozinhar, ou um super cortador de grama se você mora em apartamento. Compre somente o necessário.

Agora vocês devem estar pensando que sou mega econômica, certo? Mentira. Adoro novos gadgets. Adoro fazer compras pela TV na madrugada. Mas a grande sacada da situação é que sempre pesquiso antes de comprar. E não vou sair comprando coisas inúteis só para receber uma caixinha de sedex em casa. Também sou adepta da compra a vista. Então só compro algo supérfluo quando juntei uma graninha a mais e posso pagá-lo a vista. Fazer dívida por causa de coisas inúteis é inadmissível para mim.

6 – E aqui entra o nosso sexto tópico. Empréstimos sem necessidade. Sou muito a favor de empréstimos se a pessoa realmente precisa de grana ou quer quitar uma dívida com juros maior, como no caso do cartão de crédito e do cheque especial. Mas entrar em uma dívida eterna para comprar sapatos não rola né. Então defina suas prioridades e junte o dinheiro necessário para sua compra. Nada de dívidas sem motivos realmente válidos.

7 – Pagar por benefícios inúteis. Você já assinou uma revista que nunca leu, ou um jornal que vai direto ser privada do seu cachorro? Ou ainda pagou para ter 50 folhas de talão de cheque ou 10 visualizações do seu extrato sendo que nem tempo de ir ao banco você tem? Ou que tal o pagamento da academia sendo que em 2013 voc~e não derramou sequer uma gota de suor?Considero esses gastos inúteis. Meu conselho aqui é a famosa limpeza de guarda roupa. Reveja seus gastos mensais e, tudo aquilo que você não usa a mais de 1 ano, JOGUE FORA.

Os R$5,00 (a R$20,00) por mês de benefícios extras no seu cartão do banco e os R$30,00 do seu jornal / banheiro do cachorro podem não representar muito em um mês, mas podem fazer uma grande diferença no seu orçamento de final de ano.

8 – Combustível. Você é daquele que usa o carro até mesmo para ir na padaria da esquina? Pode parecer besteira, mas não é. Você ficará menos saudável, poluirá o planeta, destruirá o meio ambiente e ainda ficará mais pobre! Custa caminhar um pouquinho?

9 – Viagens ao exterior. Na empolgação de viajar você levou somente o seu cartão de débito e crédito internacional e resolveu fazer saques já no outro país? Saiba que essa foi uma decisão péssima! A partir do dia 27 de dezembro de 2013 a alíquota do IOF (que taxa os impostos de compras no exterior) subiram de 0,38% para 6,38%. Isso significa que ao pagar um produto de R$1000,00 no exterior com seu cartão de débito ou sacar esse valor em dinheiro já no outro país gera um imposto de 1.579% maior. O imposto que seria de R$ 3,80 passou para R$ 63,80. Compras com cartão de crédito já geravam essa imposto gigante, portanto não mudaram muita coisa.

A opção nessa caso é comprar a moeda estrangeira no Brasil pois o imposto para essa transação se manteve em R$ 3,80 para compras de R$1000,00. Ou ainda comprar a moeda estrangeira já no exterior onde o imposto é ZERO! 🙂

Se quiser ver a variação do imposto para outros valores ou moedas, utilize o simulador da UOL aqui.

10 – Poupança e cofrinhos. Por último coloquei a poupança por um simples motivo. Sei que muitos optam pela poupança para guardar seu rico dinheirinho pois é a opção mais segura e menos burocrática de poupar. O ano de 2013 registrou um aumento na poupança de 42,9% em relação a 2012. Isso significa que muito mais brasileiros optaram por essa forma de poupar e ainda colocaram muito mais dinheiro nela. Porém se a preguiça for menor, vale a pena pesquisar e verificar que existem CDI’s e Fundos de Investimento que apresentam o mesmo nível de segurança e burocracia e que lucram um pouco mais.

Essa lógica também vale para os porquinhos. Geram algum lucro? NÃO! Preciso dizer mais alguma coisa?

Então considero a poupança e os porquinhos duas formas de perder dinheiro por preguiça. Quem for mais audacioso ainda poderá optar por ações e outros tipos de investimento. Mas se o seu perfil for conservador, ao menos se aventure pelas CDI’s.

E tentem economizar um pouco a cada mês para termos um final de 2014 um pouco menos conturbado e mais positivo. 🙂

Semana que vem começarei aqui no blog um desafio de economia. Quem estiver a fim de participar fique de olho em nossas atualizações.

E boa sorte pra gente! 🙂

Anúncios

Um pensamento sobre “Por qual ralo escoa seu dinheiro?

  1. Pingback: Como se livrar das taxas bancárias? | Menina de Negócios

Poste aqui sua dúvida, comentário, crítica ou sugestão. E seja muito bem vindo (a) ao blog Menina de Negócios. :)

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s