REDUÇÃO NA CONTA DE LUZ: MILAGRE OU TECNOLOGIA?

Vocês sabiam que os cortes nas contas de luz serão por quantidade de tensão gasta? Por isso digo que essa redução anunciada pela presidente Dilma não é milagre algum. É o resultado do fim da cobrança por manutenção, de novos empreendimentos de transmissão e concessões sendo prorrogadas e renegociadas.

Porém , aquele super anúncio de 28% de redução para empresas vai atingir apenas 15 empresas no país que possuem tensão disponível em 230 kv ou mais.

Mas preciso admitir que as reduções para outras quantidades de gastos também foram significativas.

Alguns especialistas estão dizendo que esse corte aumentará a competitividade entre as empresas de energia elétrica, outros acreditam que essa redução causará um deficit orçamentário de até 1,3 bilhão em 2013. E acredito que as duas possibilidades são plausíveis.

Mas como a medida foi tomada, é importante saber que a anunciada redução de cerca de 28% não chega tão imponente até os consumidores considerados de baixa tensão e que tem disponível menos de 2,3 Kv. Assim, nós os pequenos consumidores, que somamos cerca de 70.718.648 pessoas teremos uma diminuição de apenas 16,2%.

E a tabela de descontos segue dessa maneira:

Fonte: G1

E um aviso as pessoas que me mandaram e-mails garantindo que poupariam esse dinheiro extra, ou que o utilizariam para fazer compras, saibam que além da redução não ser tão alta quanto o esperado, ela também só será válida a partir de 2013. Então não saiam gastando o que não tem!

E para quem quiser entender melhor o porque do possível déficit orçamentário do governo causado pela redução das contas de luz, segue abaixo um infográfico do site G1 com a relação do que é cobrado na conta de luz, seus impostos e encargos.

E boa sorte pra gente! 🙂

OBS. Agradecimento ao leitor e engenheiro elétrico Bruno Mendes que nos deu (via facebook) uma explicação sobre a correta utilização do termo tensão em relação a distribuição de energia:

Só uma correção: não se gasta tensão (“gastar 230 kV”). A tensão é o que tá disponível para o consumidor. No caso dos consumidores residenciais é 127 V e 220 V que você tem na sua tomada. Nas grandes indústrias outras tensões são necessárias. A razão pela qual o corte é maior para as empresas que são alimentadas por 230 kV (ou seja, a “tomada” delas tem essa tensão disponível), é porque elas não tem que arcar com os custos de distribuição, apenas de transmissão. Por Bruno Mendes.

Anúncios

Poste aqui sua dúvida, comentário, crítica ou sugestão. E seja muito bem vindo (a) ao blog Menina de Negócios. :)

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s