Via sacra ao BANCO!

Recebi no dia 29 de março um e-mail da jornalista Paula Resende Chaves, sobre a nova Lei Bancária de atraso no atendimento. A experiência contada no e-mail era da professora de direito de Paula que ao ir ao banco, vivenciou a ineficácia da nova lei. Como esse é um blog de experiências próprias, resolvi verificar essa situação com meus próprios olhos.

Primeiro pesquisei sobre a lei para não dar nenhuma bola fora. Descobri que a lei varia de acordo com determinados estados em relação ao tempo de fila. Segundo o blog do atual no Rio de Janeiro por exemplo a lei implica em atendimento em no máximo 20 (vinte) minutos, em dias normais, e de 30 (trinta) minutos, em véspera e depois de feriados. Já em São Paulo, segundo a Folha Online, a lei estabelece multas de R$ 564 para os bancos que obrigarem seus clientes a esperar mais de 15 minutos na fila. Na véspera ou no dia seguinte a feriados prolongados, esse limite sobe para 25 minutos. Já em dias de pagamento de funcionários públicos, o tempo máximo na fila será de 30 minutos e a multa ainda dobra em caso de reincidência. Já em Minas Gerais o prazo de atendimento fica estabelecido em 15 minutos pela lei 14.235.

Sabendo disso fui até o banco! Cheguei e me surpreendi por que a agência já tinha disponibilizado uma máquina que emitia uma senha com seu horário de chegada para cada pessoa poder marcar o tempo na fila. Mas aos poucos os problemas foram chegando. Pra começar que não havia armários para guardar objetos pessoais, ou seja, minha mochila com notebook que não passava no detector de metais e nem cabia na janelinha do banco, acabou no chão do banco sendo vigiada pelo guardinha.

O segundo problema foi para conseguir a senha certa pois eu fui até o banco para pegar o cartão da minha conta, mas a tal máquina exigia que eu passasse meu cartão para emitir a senha. ALGUÉM PODE ME ENSINAR COMO EU PASSO ESSE CARTÃO IMAGINÁRIO? Chamei o gerente e ele me arrumou uma senha de pessoa física (todo indivíduo). Expliquei que eu vinha em nome da minha escola de inglês e ele trocou por um de pessoa jurídica (empresas). Entrei.

Entrei e o tempo de fila foi mais que ignorado, foi totalmente desprezado! Dava para ver o gerente rodeado por homens de terno, batendo papo, rindo e mais de 15 pessoas sentadas (+eu!) esperando a lavação de roupa dos “executivos”.

Logo o gerente bateu um papinho com um dos funcionário que prontamente se dirigiu a mim em meio aquelas 14 pessoas que aguardavam a mais tempo que eu!

— Qual a senha da senhorita?

–Minha senha é J269!

FUI ATENDIDA! Logo percebi que o J na frente do meu número me denunciava como pessoa jurídica e isso me dava direitos preferenciais. Que na minha opinião são injustos por que se eu tivesse com senha de pessoa física ia ficar muito p@#$%.

No fim das contas fui chamada para resolver meu problema em menos do que 15 minutos. Mas se eu fosse uma das pessoas físicas com certeza denunciaria o banco ao PROCON pela nova lei 14.235 em Minas Gerais.

Quem quiser mais informações sobre o assunto pode acessar o site Acessa.com, o jornal Estadão ou ainda o Blog Estudando Direito que postou um caso em que o banco Itaú já foi multado por não seguir a lei. Pelo visto, se bem vigiada e se denunciada por usuários insatisfeitos, essa lei pode até funcionar!

Mas precisamos exigir nossos direitos! Ou nada no Brasil vai funcionar!  Fica aqui minha crítica!

Anúncios

5 pensamentos sobre “Via sacra ao BANCO!

  1. O Brasil é o único lugar onde uma lei “pega” ou não. É ridículo. E os bancos, assim como outros prestadores de serviços, agem como se tivessem te fazendo um favor ao te atender.

    Agora, que bom que você foi atendida, mas algo me diz que você queria muito não ser pra contar as experiências! hahahaha

    Curtir

  2. Pingback: 10 meninas e um jeans viajante – PARTE II « Menina de Negócios

  3. Hahahahaha… Putz! Esse negócio de você ir como Pessoa Jurídica quebrou tooodo seu esquema de saber se a nova lei estava MESMO sendo respeitada. Mas, não liga não. Certamente, irei ao banco e te conto minha experiência como PESSOA FÍSICA. rs

    Curtir

  4. Olá Tatiana Duarte, como vai você?

    Então, deixe que me apresente “novamente”: Eu sou o Kléber, estudo marketing com o seu pai. Nos conhecemos brevemente quando você foi à faculdade e etc… Mas bom, vim até aqui para te parabenizar pelo Blog, em palavras mais claras, você “apavora” na escrita.

    Bom é isso… Espero que não se importe com as minhas visitas periódicas ao seu blog daqui por diante.

    A propósito, essa matéria dos bancos foi/é/será de grande vália para os internautas que frequentam bancos (todo mundo).

    Desejo à você muito sucesso Tatiana! 😉

    Até breve 🙂

    Curtir

Poste aqui sua dúvida, comentário, crítica ou sugestão. E seja muito bem vindo (a) ao blog Menina de Negócios. :)

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s