Dinheiro NAO nasce em arvores!

Na semana passada, o CMI (Clay Mathematics Institute) anunciou o Prêmio do Milênio ao matemático russo, Grigory Perelman, pela solução de um dos maiores mistérios da matemática, o da conjectura de Poincaré. Mas segundo o jornal Pravda, agências de notícias russas disseram que ele recusou um prêmio de US$ 1 milhão.

Dizem que Deus da asas a cobras. Nesse caso o ditado valeu!  Enquanto isso, nos pobres mortais continuamos a nossa busca por uma situação minimamente corfortavel, economicamente falando, matemáticos russo rejeitam milhões.

Como ainda nao recebi nenhum premio, continuo na minha busca pela organização financeira. E foi atraves de um primo, ex estudante de Educação física e atual estudante de administração que conheci Gustavo Cerbasi.

Gustavo Cerbasi ‘e um aparente guru dos investimentos que escreveu o conhecido livro “Casais inteligentes enriquecem juntos”. No seu site, Gustavo diz que:

“Enriquecer é uma questão de escolha”

E a cada matéria e livro que leio sobre o assunto, acredito ainda mais nisso. Foi aí que caí na real…. Se enriquecer é de fato uma opção, então não é suficiente organizar a vida financeira, é necessário abrir mão de certas coisas e fazer trocas bem elaboradas. É fácil de entender quando pensamos em genéricos. Quanto custa um remédio hoje em dia? E o seu genérico? Bem mais barato, certo?

Porém essas substituições e planejamento não podem ser iniciados diante de uma base fraca. Para uma sustentação e firmeza dos seus investimentos, é necessária a dedicação e estudo que o Thiago me mostrou entrando no curso de administração.

Em seu site Mais Dinheiro, Cerbasi da dicas de como sair do vermelho, acabar com suas dívidas e assim, obter o mínimo de organização para, a partir daí, organizar suas finanças e aproveitar melhor o dinheiro com investimentos bem elaborados. Aí vão algumas dicas:

10 dicas para sair do vermelho:

1) Jamais use o cheque especial ou o pagamento parcial do cartão de crédito. Peça empréstimos no banco, que saem mais baratos;

2) Passe a controlar os saldos de seu cartão de crédito com mais frequência, pelo menos a cada 10 dias, para que deixe de gastar além do esperado;

3) Tenha uma idéia do tamanho de seu problema: a primeira coisa a fazer é anotar TODOS os gastos do mês, inclusive os gastos pequenos, para descobrir de onde cortar;

4) Elabore um plano radical de enxugamento de gastos na maior intensidade possível, para que a dívida seja amortizada de uma vez. Não adianta ir pagando aos pouquinhos, pois os juros voltam a aumentar rapidamente a conta que você já pagou;

5) Quanto mais intenso for o corte de gastos e menor o tempo necessário para isso, menores serão os desgastes no relacionamento familiar;

6) Acabe de vez com a tentação das compras a prazo;

7) Use todos os tipos de poupança que você tem. Não adianta estar com investimentos e perder mais com os juros da dívida. O mesmo vale para bens como terrenos e imóveis à espera de valorização;

8) Fuja de atividades de lazer que custam. Aprenda a valorizar as coisas preciosas da vida que não custam nada, como um passeio ao ar livre ou uma reunião com amigos ou com a família;

9) Enquanto não conseguir quitar toda a dívida, substitua-a por outras mais baratas, como antecipação de restituição de Imposto de Renda ou venda do automóvel e compra de outro parcelado. Use todo o dinheiro da venda para reduzir a dívida.

10) Divida seu plano de ajuste com a família. É importante que todos estejam engajados, para que haja maior co-motivação.

Com essas dicas já estamos há um passo para uma base sólida. Para manter essa situação posteriormente só nos resta o estudo e a dedicação ao assunto para que seu dinheiro deixe de ser um problema e vire a solução.

Frase de @TTcarvalho: “É mais fácil evitar problemas do que se livrar deles”

Quem precisar de ajuda para planejar esses investimentos pode fazer uma analise gratuita no site YourLife. Segundo o site, ” através de uma avaliação financeira gratuita, identificamos quais são seus pontos fortes e limitantes em relação ao tipo de comportamento que você tem com seu dinheiro” e ainda fornecem alguma dicas de como prosseguir a partir desse ponto. Então maos a obra! Vamos tirar esse gráficos do vermelho e transforma-los em prospectos de grandes investimento.

Anúncios

2 pensamentos sobre “Dinheiro NAO nasce em arvores!

  1. Muito bom. Preocupar-se com finanças é algo que a mulher deve fazer, afinal, todo o comércio (até mesmo o feito para o publico masculino) é destinado a mulher.
    Se ficarmos apenas pensando em batons e roupas (nada contra), os homens estarão sempre ganhando mais e no poder.

    Curtir

Poste aqui sua dúvida, comentário, crítica ou sugestão. E seja muito bem vindo (a) ao blog Menina de Negócios. :)

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s